Voltar para: Inicial

O HEMOPA sediou evento de tratamento de resíduos hospitalar

O Governo do Estado, através da Fundação Hemopa sediou o I Curso Regional de Resíduos de Serviços de Hematologia e Hemoterapia Públicos do PaÍs, no período de 13 a 16 de julho. O evento é do Ministério da Saúde (MS), através da Coordenação do Programa Nacional do Sangue e Hemoderivados (CPNSH), e teve objetivo de capacitar os profissionais da hemorrede nacional para a criação e implantação de seus Planos de Gerenciamento de Resíduos de Saúde (PRGSS), que foi implantado na Fundação Hemopa em 2006, mas desde 1990, inciaram ações voltadas à gestão de resíduos e, neste momento, o hemocentro aproveitou a oportunidade para refinar suas ações. O evento que foi realizado no Belém Hotel Soft (antigo hotel Equatorial) contou com cerca de 45 participantes.

A atividade é de extrema importância para o melhor desenvolvimento das ações da hemorrede nacional, levando-se em consideração que a questão
ambiental vem ganhando destaque em todas as atividades humanas, especialmente, na área de saúde, nesse caso, os resíduos produzidos pelo setor, comumente associados à denominação de “lixo hospitalar”, que representa uma fonte de risco à saúde e ao meio ambiente, em função a eventual falta de adoção de procedimentos técnicos adequados ao manejo das diferentes frações sólidas e líquidas como materiais biológicos contaminados, objetos pérfuro-cortantes, peças anatômicas, substâncias tóxicas, inflamáveis e radioativas.

Atendendo as legislações vigentes, a Fundação Hemopa adota tratamento diferenciado a destinação final dos seus resíduos de saúde, tornando o
gerenciamento do produto um processo de extrema importância para a preservação da qualidade da saúde dos públicos interno, externo e meio ambiente. De janeiro a maio deste ano, o hemocentro produziu uma média mensal de 2.600 Kg resíduos biológicos e 236 Kg de recicláveis, sendo que o biológico tem transporte, tratamento e destinação apropriados, e os recicláveis são encaminhados às famílias que integram a Associação do Projeto Social de Coleta Seletiva, da Prefeitura Municipal de Belém, que faz parte do Projeto de Biorremediação do Aterro Sanitário do Aurá, cumprindo o HEMOPA em mais esta área, sua responsabilidade social. Já os resíduos comuns são coletados pelo serviço público municipal.

Para a presidente do Hemopa, dra. Maria de Fátima Pombo Montoril, o gerenciamento de resíduos de saúde é um passo irreversível ao avanço, modernização e maior segurança às atividades desenvolvidas no setor da saúde. “Vamos avançar juntos com a capacitação e aquisição de tecnologias para preservação do meio ambiente, da vida”, ressaltou.

Segundo a enfermeira Kati Nascimento Seixas, responsável técnica pelo Programa de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde (PGRSS), do
Hemopa, a atividade atende ainda aos requisitos exigidos pelo processo de Acreditação e do modelo de Excelência em Gestão Pública. “Após esse curso, vamos refinar nossas ações sempre em busca da melhoria dos serviços e troca de experiências com os demais colegas da hemorrede nacional”, comentou, destacando a satisfação do Hemopa sediar evento desse porte e ser referência de tal atividade na região Norte.

O curso será desenvolvido em duas etapas, sendo esta primeira de caráter presencial e a segunda com duração de dois meses e à distância, através do uso da internet.

Pela Fundação Hemopa, participaram os seguintes servidores: Kati Nascimento (Belém), Luis Renato Figueiredo (Belém), Marilda Souza (Belém), Carmem Cordero (Belém), Luciana Sales (Castanhal), Fernando Augusto Monteiro (Marabá), José Oliva Segundo(Santarém), Elias Serruya (Abatetuba), Maria da Conceição de Matos (Altamira), Amil Jorge Corrêa (Capanema), Leidiane Santos Silva (Redenção) e Valdenize Farias (Tucuruí).

Pelo MS/CPNSH estarão presentes José Carlos Gonçalves de Araújo, Márcia Teixeira do Amaral e Bianca Magalhães Lima, e pela Universidade
Federal da Bahia (UFBA), Ligia Maria Cardoso.

Durante os quatro dias do curso foram ministrados aulas com a seguinte temática:

- Aspectos epidemiológicos relacionados aos resíduos sólidos;
- Apresentação da ferramenta de ensino a distância- moodle;
- Aspectos epidemiológicos relacionados aos resíduos sólidos;
- Gerenciamento interno- parte I RDC 306- Anvisa;
- Aspectos jurídicos- resíduos de serviços de saúde;
- Gerenciamento interno- parte II RDC 306- Anvisa.
- Gerenciamento interno- parte III RDC 306- Anvisa.
 

 

FUNDAÇÃO CENTRO DE HEMOTERAPIA E HEMATOLOGIA DO PARÁ
Trav. Pe. Eutíquio, 2109, Batista Campos - 66033-000 - Belém - PA - Brasil
Fone/Fax: (91) 3242-9100 e 0800-280-8118 - E-mail: hemopa@hemopa.pa.gov.br